Mudar linguagem para Inglês
Mudar linguagem para Espanhol
Mudar linguagem para Português
Busca

Onça Pintada Rio Negro - Daniel de Granville
Tamandua Pantanal - Daniel de Granville
Carcara (Caracara plancus) - Challenging your dreams
Passeio no Pantanal - Roberta Coelho
Vitória régia do Pantanal - Daniel de Granville
Pantanal - Daniel de Granville


Artigos

21/01/2010 - 06h54

Os Direitos Humanos Excludentes

 
 

A+

A-

Altera o tamanho da letra

 

Talvez os Direitos Humanos sejam o assunto mais debatido no país ultimamente, principalmente depois que o Presidente da República admitiu que assinou, sem ler, o 3º Plano Nacional de Direitos Humanos, um programa tão polêmico que gerou protestos de diversos setores da sociedade, como as Forças Armadas, a Imprensa, a Igreja Católica e os Produtores Rurais.

Setores mais radicais da sociedade, comandados pelos petistas antes guerrilheiros, pertencentes a grupos que agiam armados, que assaltavam bancos, sequestravam e matavam pessoas, querem que os que caíram em combates travados contra o Exército Brasileiro ou foram exilados do país por esses crimes, ou seus descendentes, sejam indenizados pelo país e, o que é pior, muitos têm conseguido, judicialmente, essas indenizações.

Esses radicais são incentivados principalmente pela ala comunista infiltrada na Igreja Católica, passando-se por padres e bispos, que na realidade são simpatizantes dessa e de outras guerrilhas ou movimentos, como os de invasão de terras.

Pessoas têm sido indenizadas por haverem simplesmente passado uma semana na cadeia, respondendo a interrogatórios, ou por haverem, como descendentes de exilados políticos, estudado na Rússia. Entre esses, existem pessoas de mentes tão criminosas que conseguiram viver matrimonialmente por diversos anos sem que a própria esposa soubesse de sua verdadeira identidade e hoje estão participando das altas rodas do poder constituído.

E os setores da igreja pressionam o que podem para que as indenizações milionárias ocorram, referindo-se sempre aos Direitos Humanos. Visitam familiares de bandidos mortos em confronto com a polícia usando fuzis e metralhadoras, dão entrevistas acusando os militares participantes desses combates de uso exagerado de força, dentre outras tantas imbecilidades do gênero.

Criaram uma fantasia enorme, chamada “Massacre de Eldorado do Carajás”, quando imagens do fato mostram exatamente o contrário. Os invasores, desrespeitando uma ordem judicial de desocupação de uma área invadida, atacaram os policiais que tentavam fazer cumpri-la e, quando estes se sentiram encurralados, entre os invasores agressores e um caminhão que estava atravessado na estrada, reagiram aos primeiros tiros dados pelos ‘sem terra’.

As imagens veiculadas pela televisão mostram claramente que os ‘sem terra’ deram os primeiros tiros e perícias realizadas no local concluíram que alguns deles foram mortos com tiros pelas costas, disparados pelos próprios ‘companheiros’, com armas de calibres não utilizados pelos militares presentes no local.

Entretanto, esses mesmos padres, bispos e pessoas pertencentes a diversas ONGs, defensores dos ‘Direitos Humanos’, nunca visitaram ou apoiaram, sequer emocionalmente, uma viúva ou os filhos órfãos de um militar abatido, nesses mesmos confrontos, pelos mesmos terroristas que defendem.

Nunca se pronunciaram no sentido de que os familiares desses militares sejam também indenizados por haverem perdido entes queridos que morreram defendendo a pátria ou em confronto com traficantes, o que nos leva a crer que os petistas e os referidos setores da igreja só se interessam pela defesa dos bandidos.

Ou esses soldados, jovens brasileiros que defendiam a pátria e a sociedade brasileira, não merecem os mesmos “Direitos Humanos” e as palavras pregadas na Bíblia? Essa sim os padres deveriam seguir, abandonando suas tendências político ideológicas e envolvendo TODOS os cristãos em ensinamentos religiosos e não políticos.

Por João Bosco Leal

A reprodução integral ou parcial de textos e fotos deste portal somente é permitida com créditos para o autor e link para a página de onde foi transcrito. É expressamente proibida a reprodução total ou parcial das fotos das galerias sem a autorização prévia dos fotógrafos, os quais estão devidamente creditados nos nomes das galeriasCaso você seja autor de alguma imagem ou texto publicados neste site e deseja remoção ou correção, clique aqui para preencher o formulário de solicitação.


Receba nossa NewsLetter
Name:
E-mail:
Código de segurança:
->